domingo, 19 de agosto de 2018

O Qi (energia) e sua função na biologia

Para a Medicina Tradicional Chinesa, o que mantêm o equilíbrio do universo, natureza e biologia em constante movimento é o Qi, a energia. Entende-se que essa energia precisa estar em constante movimentação para que tudo esteja em perfeita harmonia e que sejam feitas as determinadas funções. É mas simples explicar esse movimento do Qi na biologia, mais precisamente no corpo humano. O Qi circula em sentido horário, ao qual chamamos de sopros vitais. Sem movimentação, na há vida, e sim a morte. Caso esse movimento esteja sendo impedido ou prejudicado, começa-se a manifestações de doenças e a evolução do desequilíbrio vital. O Qi é formado por duas partículas, o símbolo já conhecido como Yin/Yang. Dualidades que se complementam e que relativamente, podem ser opostos, mas que precisam ser parte integral de um todo. Um não vive sem o outro. Yin/Yang tem diversas representações metafóricas, como o Sol(Yang) e a Lua(Yin), e na sequência, quente/frio, luz/escuridão, seco/úmido, dia/noite. Podemos dividir Yin/Yang sempre, dado a proporção adequado para cada exemplo no nosso corpo. Se levarmos em consideração que a energia se movimento como um círculo, temos uma esfera representativa do Yin/Yang. Mas se dividirmos mais ainda esses dois elementos. Podemos representar então o Yin/Yang por 5 elementos no nosso corpo. Fogo - Terra - Metal - Água - Madeira. Se levarmos em consideração que temos um movimento de "relógio"desse Qi, então após o elemento Madeira, iniciamos o ciclo no elemento Fogo, e assim por diante. Cada elemento, pelo princípio de divisão, terá um novo Yin/Yang. Esse Qi então, tem como representação Órgãos e Vísceras do corpo humano onde podemos dizer que cada elemento tem seu Órgão(Yin) e sua Víscera (Yang). A Medicina Tradicional Chinesa se baseia que os 5 elementos em movimento promovem a lei de geração e dominância. Em sequência, um elemento gerará um elemento seguinte como exemplo o Fogo para a terra, a terra o metal, o metal a água, a água a madeira e esta última completando o circuito gera o fogo que torna-se a repetir o circuito novamente. A dominância ocorre por que além da geração de cada elemento, um determinado elemento precisa dominar um outro. Nesse caso o Fogo domina o Metal, e então o Metal domina a Madeira. A Madeira por sua vez domina a Terra, e esta domina a Água que então domina o Fogo. O Princípio de Geração de Dominância faz com que os 5 elementos constantemente se movimentam. Tendo assim o equilíbrio e a homeostase no corpo. A representação de caga órgão e víscera dos elementos é a seguinte: Fogo tem como representação do seu Yin/Yang o coração e o intestino delgado, Terra o baço-pâncreas e estômago, metal o seu pulmão e intestino grosso. A Água traz os rins e bexiga, e a madeira fica com fígado e vesícula biliar. Existe ainda dois órgãos e viscerais mais representativos que não são físicos e fazem parte do elemento Fogo. A circulação-sexualidade (Yin) e o Triplo reaquecedor (Yang).

Nenhum comentário: